HomeConvênios AceitosAgendamento de ExamesSAC

Eduardo Nassar

Clinica Som Diagnostico

Relação entre a espessura da translucência nucal e prevalência dos principais defeitos cardíacos em fetos com cariótipo normal.

Texto em ingles

To define the prevalence of major cardiac defects according to nuchal translucency (NT) thickness at the 11 to 13 + 6-week scan in fetuses with normal karyotype.
Specialist fetal echocardiography was carried in 6921 fetuses with normal or presumed normal karyotype at a median gestation of 20 (range 12-35) weeks. The indications for fetal echocardiography were increased NT thickness (n = 3444), detailed second-trimester scan either for assessment of risk of chromosomal abnormalities (n = 2980) or previous or family history of fetal defects (n = 497). The cardiac defects were grouped into six functional categories: septal defect, left inflow obstruction, right inflow obstruction, left outflow obstruction, right outflow obstruction and other.
Major cardiac defects were identified in 132 (19.1 per 1000) fetuses and the prevalence increased with fetal NT thickness from 4.9 per 1000 in those with NT below the median, to 8.7 for NT between the median and less than the 95th centile, 18.2 for NT between the 95th and 99th centiles, and exponentially thereafter to 35.2, 64.4 and 126.7 for respective NTs of 3.5-4.4 mm, 4.5-5.4 mm and > or = 5.5 mm. There was no obvious difference in the distribution of NT in the different types of cardiac defects.
The prevalence of major cardiac defects increases exponentially with fetal NT thickness and in fetuses with NT of 3.5 mm or more it is higher than in pregnancies with a family history of cardiac defects.

Traduçao Automatica

Para definir a prevalência dos principais defeitos cardíacos de acordo com a medida da translucência nucal (TN) em 11 a 13 + de digitalização de 6 semanas em fetos com cariótipo normal.
Ecocardiografia fetal foi realizada em 6921 fetos com cariótipo normal ou presumido normal em uma gestação média de 20 (faixa 12-35) semanas. As indicações para ecocardiografia fetal foram aumentadas a espessura da TN (n = 3444), digitalização detalhada do segundo trimestre, quer para avaliação do risco de anomalias cromossômicas (n = 2980) ou história prévia ou familiar de defeitos fetais (n = 497). Os defeitos cardíacos foram agrupadas em seis categorias funcionais: defeito septal, obstrução entrada esquerda, obstrução entrada à direita, obstrução do fluxo da esquerda, obstrução do fluxo da direita e do outro.
Principais defeitos cardíacos foram identificados em 132 (19,1 por 1000) fetos ea prevalência aumentou com a TN fetal de 4,9 por 1000 em pacientes com NT abaixo da mediana, para 8,7 por NT entre a mediana e inferior ao percentil 95, 18,2 por NT entre os percentis 95 e 99, e exponencialmente depois para 35,2, 64,4 e 126,7 para NTs respectivos de 3,5-4,4 mm, 4,5-5,4 mm e> ou = 5,5 mm. Não houve diferença óbvia na distribuição de NT nos diferentes tipos de defeitos cardíacos.
A prevalência dos principais defeitos cardíacos aumenta exponencialmente com a espessura da TN e em fetos com TN de 3,5 mm ou mais é maior do que em gestações com uma história familiar de defeitos cardíacos.

Referencias

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15977311

Sobre o Eduardo Boulhosa Nassar

A Som Diagnostico do Dr. Eduardo Nassar, tem suas principais unidades localizadas na Rua dos Mundurucus e no Shopping Boulevard.

Clínica Som Diagnósticos e Eduardo Boulhosa Nassar - Todos os direitos reservados